nov 29, 2022

Devo comprar um celular para meu filho? Um guia completo

Dr. Nicole Beurkens

Dr. Nicole Beurkens

Child psychologist

Tips to help your child stay safe during the back to school period

Você está pensando em um smartphone como possível presente de Natal ou aniversário para seu filho este ano? Nesse caso, é uma boa ideia considerar a decisão com cuidado. Embora seu filho provavelmente pense que este é o melhor presente de todos os tempos, é importante entender os possíveis benefícios e riscos antes de embrulhar o celular dos pequenos. Este artigo fornece aspectos cruciais a serem considerados, dicas para ajudá-lo a decidir se o seu filho está pronto para ter seu próprio telefone e como definir expectativas razoáveis ​​para você e seu filho quando ele tiver um aparelho. 

Seu filho deveria ter um smartphone?

Existem muitos benefícios e riscos potenciais associados ao uso de smartphones por crianças. Confira a seguir alguns dos prós e contras importantes a serem considerados em relação a seu filho e situação em especial.

Vantagens de seu filho ter seu próprio telefone:

1. Telefones são práticos.

Sem dúvida, os smartphones tornam nossas vidas consideravelmente mais fáceis. Principalmente no caso de termos agendas lotadas ou muitas vezes termos que ser flexíveis com transporte escolar ou outras atividades. Se o seu filho tiver seu próprio celular, é mais fácil se comunicar e planejar com eficiência.

2. Celulares geram oportunidades sociais.

Gostemos ou não, a internet se tornou o principal espaço de interação social entre todas as faixas etárias. Seja em mídias sociais, jogos ou mensagens de texto, dependemos bastante de nossos celulares para criar e manter conexões sociais e acompanhar as pessoas com quem nos importamos. Dentro e fora da escola, as crianças costumam usar o telefone por todos esses motivos e muito mais. 

3. A tecnologia é mais importante do que nunca na escola.

Computadores e celulares foram integrados em quase todos os aspectos da educação de nossos filhos, e há muitas situações em que pode ser benéfico para seu filho ter acesso a seu próprio telefone para atividades de classe ou outras formas de aprendizado.

4. Smartphones podem melhorar a qualidade de vida.

Com expectativas e orientações adequadas, os smartphones podem ser uma ferramenta útil para seu filho quando ele quiser relaxar após um longo dia ou concluir tarefas. Minha família adora ouvir música em quase qualquer atividade — até cozinhar ou fazer lição de casa. Os smartphones também fornecem acesso a aplicativos que podem ajudar na redução do estresse, em habilidades de enfrentamento e muito mais. 

Technology tips to help with the back to school routine

Desvantagens de seu filho possuir um telefone celular:

1. Smartphones podem distrair.

Seja na escola ou em casa, o acesso a um smartphone é uma grande fonte de distração para a maioria das crianças. Se uma criança enfrenta dificuldades para gerenciar seu tempo e atenção sem um smartphone, é provável que isso piore quando tiver acesso a um

2. Celulares fornecem acesso a conteúdo impróprio.

Não é desejável que nossos filhos sejam expostos a conteúdo impróprio para a idade, incluindo pornografia, e infelizmente a internet é uma porta aberta para isso. Dar às crianças um smartphone tem o potencial de permitir muita liberdade sobre o que veem e fazem, o que pode levar a problemas e danos. 

3. Maior risco de cyberbullying ou outros desafios sociais.

Embora os telefones possam permitir mais conexões sociais, nem todas são necessariamente positivas. Seu filho corre um risco maior de testemunhar ou ser vítima de bullying com mensagens de texto e acesso à Internet, especialmente se usar aplicativos de mídia social. Há também o potencial para outros comportamentos socialmente inadequados, em especial para crianças que ainda não aprenderam a gerenciar suas interações e relacionamentos de maneira mais madura.

4. Eles são uma grande responsabilidade.

Celulares são caros, podem ser facilmente perdidos ou danificados e exigem um alto grau de responsabilidade para cuidado adequado. As crianças são mais propensas a quebrar ou perder seus aparelhos, o que pode ser um problema caro para resolver. 

Naturalmente, há uma série de fatores além desses que podem influenciar sua decisão. A idade do seu filho, nível de responsabilidade, maturidade, confiabilidade e muito mais podem ajudá-lo a decidir se ele realmente deve ter acesso a um telefone agora. É importante lembrar é que seu filho está pronto para um smartphone quando mostrar que é maduro e responsável o suficiente para lidar com os riscos e responsabilidades envolvidos.

Em geral, descobri que isso significa que a maioria das crianças com menos de 13 anos não são boas candidatas a smartphones. No entanto, existem situações em que uma criança com mais de 13 anos ainda não está pronta, ou uma criança mais nova claramente está. Levar em consideração a própria realidade de sua família ajuda bastante a tomar a melhor decisão para você e seu filho.

Meu filho está pronto para ter um celular?

Aqui está uma lista de aspectos que você pode usar para avaliar se o seu filho está pronto para ter seu próprio smartphone:

  • Seu filho tende a perder coisas? Ele cuida de seus pertences adequadamente?
  • Seu filho costuma seguir as regras e expectativas que você define? Ele é desrespeitoso com frequência ou deixa de lado as regras e expectativas?
  • Seu filho é confiável?
  • Seu filho lida com coisas como lição de casa, tarefas domésticas e outras responsabilidades adequadamente?
  • Seu filho apresentou comportamento arriscado ou inadequado relacionado a eletrônicos ou mídia digital em casa, na escola ou na casa de outras pessoas?
  • Você está disposto a definir e impor consistentemente expectativas e consequências para o comportamento relacionado ao dispositivo?
  • Seu filho está disposto a assinar um contrato/acordo detalhando as expectativas de uso de dispositivos e mídia digital?
  • Você está disposto a utilizar recursos de controle parental, monitorar regularmente o uso de dispositivos e mídia digital de seu filho e conversar com ele sobre o que ele está vendo e com quem está se comunicando?

Como tornar o celular positivo para seu filho

Se você decidiu que seu filho está pronto para um celular, ótimo! Agora, o desafio é garantir que vocês trabalhem juntos para evitar as armadilhas que já identificamos. Especialmente para crianças mais novas, pode ser incrivelmente produtivo criar um contrato ou um conjunto de regras sobre o uso do smartphone para que seu filho saiba exatamente como deve usar a nova tecnologia. A Academia Americana de Pediatria tem alguns downloads úteis para criar contratos de tecnologia com crianças. 

Estabelecer regras claras sobre limites de tempo diários, zonas sem uso de telefone, consequências e muito mais ajuda seu filho a aproveitar ao máximo o dispositivo sem criar mais problemas. Confira a seguir algumas outras coisas específicas que você pode planejar depois de entregar esse presente especial:

1. Defina expectativas claras

Desde o início, sente-se e converse sobre como eles usarão seu novo telefone. Criar um conjunto de regras a serem seguidas é a melhor maneira de garantir, especialmente no início, que você tomou a decisão certa ao permitir que os pequenos tenham um telefone. Também dá a seu filho a chance de provar que é responsável o suficiente para mantê-lo. Certifique-se de combinar tudo, desde quando haverá permissão para usar o telefone até onde o aparelho pode ser usado, sem esquecer de quando e onde as telas estarão proibidas.

    2. Tenha um plano para a noite

    Não é segredo que o tempo de tela tem um impacto negativo significativo sobre o sono. Para garantir que seus filhos durmam o suficiente à noite e possam ter sucesso no dia seguinte, é fundamental planejar onde seus dispositivos devem estar antes de irem para a cama todas as noites. Uma ótima ideia é ter uma área central, como uma escrivaninha ou balcão, onde os telefones de todos devem ser deixados antes de dormir. Os telefones não devem ficar no quarto das crianças à noite.

    3. Monitore o uso do dispositivo

    Uma das maneiras mais simples e eficazes de impedir que seus filhos acessem conteúdo impróprio ou usem muito o celular durante o dia é configurar um aplicativo que lhe dê algum controle sobre o dispositivo. Eu recomendo o Qustodio para isso, pois é o aplicativo que uso há anos com minha própria família. É um aplicativo fácil de instalar que permite personalizar o que seus filhos podem acessar e quando, com recursos que permitem atualizar as restrições em tempo real para ter muita flexibilidade no dia a dia. 

    Lembre-se: só você pode determinar se e quando seu filho está pronto para ter seu próprio celular. Considerar todos os fatores acima, incluindo sua própria vontade de fornecer o suporte adicional de que as crianças precisam quando tiverem um telefone, favorece uma decisão saudável. 

    Se o seu filho estiver pronto para um smartphone, vocês poderão trabalhar juntos para desenvolver estratégias que ajudem seu filho a aproveitar o dispositivo ao máximo sem muitos problemas. Nenhuma criança é perfeita e pode levar tempo para resolver algumas dificuldades que surgem. No final, todos apreciarão a recém-descoberta independência e as oportunidades que vêm com o uso responsável de smartphones. 

    Como o Qustodio pode ajudar a proteger sua família?

    O Qustodio é a melhor maneira de manter seus filhos seguros online e ajudá-los a desenvolver hábitos digitais saudáveis. Nossas ferramentas de controle parental garantem que eles não acessem conteúdo impróprio ou passem tempo demais na frente das telas.