PROMOÇÃO DE FÉRIAS | Desconecte-se das telas nas férias com 10% de desconto Premium — COMPRE AGORA

Aug 26, 2022

5 dicas para ajudar a equilibrar o tempo de tela e o aprendizado

Emily Lawrenson

Emily Lawrenson

Redator do Qustodio

How to balance screen time and learning

Podemos dizer com segurança que 2020 solidificou a presença do tempo de tela como parte essencial do sistema educacional em muitos países em todo o mundo. Embora o uso da tecnologia nas escolas esteja aumentando há muitos anos, a pandemia global ajudou a torná-la parte integrante da vida cotidiana da sala de aula, desde ferramentas de aprendizado remoto até ótimos aplicativos educacionais que ajudam as crianças a aprender de formas novas e empolgantes. 

E embora os dispositivos tenham se tornado uma ferramenta indispensável para pais, professores e crianças, é difícil se livrar da sensação assustadora de que está ficando cada vez mais difícil gerenciar o tempo na frente das telas, seja educacional ou não. O tempo excessivo de tela não afeta apenas as crianças: toda a família pode se beneficiar das estratégias de gerenciamento do tempo de tela, ajudando a criar um equilíbrio entre trabalho e vida, e a tecnologia que usamos em ambas as situações. Então, como você pode fazer isso funcionar? Tente estas dicas para ajudar a equilibrar o tempo de tela e o aprendizado, criadas para ajudar sua família a desenvolver hábitos digitais saudáveis ​​e aproveitar ao máximo a tecnologia em família.  

1. Defina quando, onde e como as telas são usadas

Criar uma rotina de tempo de tela com base na idade do seu filho pode ser uma ferramenta útil para os pais, além de ajudar as crianças a entender seus próprios limites digitais. Ao desenvolver a rotina de tempo de tela de sua família, considere os horários em que seus filhos podem usar a tecnologia, os lugares em que podem acessar as telas e para que podem usar os dispositivos. Se você quiser evitar a configuração de cronômetros e a verificação constante do relógio para quando seus filhos podem acessar determinados dispositivos, convém usar uma ferramenta de controle parental para ajudar a definir horários do dia sem tela. Assim, é possível agendar uma programação com antecedência e concentrar-se em seus momentos em família!

Por exemplo, se o seu filho tiver um dispositivo concedido pela escola, como um Chromebook, deixe claro que ele não pode usar esse dispositivo para uso pessoal: nada de mídia social, streaming de vídeo e navegação na Web que não tenha relação direta com o trabalho escolar. Da mesma forma, se ele tiver um dispositivo pessoal, como um telefone celular, incentive-o a não usá-lo para trabalhos escolares

Ao ajudar seu filho a separar seus dispositivos pessoais de seus dispositivos escolares, você contribuirá para que os limites não se confundam entre o uso na vida escolar e a vida doméstica. Também ajuda a considerar onde você e seus filhos podem acessar seus vários dispositivos. Talvez você prefira que os videogames sejam jogados em áreas comuns, enquanto o trabalho escolar possa ser realizado no escritório ou em uma mesa em uma sala definida. Essas regras também podem ajudá-los, como pais, a manter o trabalho e a vida doméstica separados, no caso de uso de um dispositivo de trabalho! 

2. Seja seletivo sobre conteúdo de TV e vídeo

Muitas pessoas adoram aprender coisas novas por meio de programas de TV e YouTube, e o conteúdo de vídeos certamente pode ser uma ferramenta útil quando se trata de digerir informações e explorar novos tópicos. Mas quanto do conteúdo enviado aos canais “educacionais” do YouTube é realmente voltado para o aprendizado? Embora a educação tenha sua própria categoria na plataforma, a regulamentação dos vídeos individuais é difícil, o que significa que grande parte do conteúdo da categoria não é particularmente educacional por natureza e, em alguns casos, as informações detalhadas no material podem estar incorretas.

Algumas coisas que você pode fazer para ajudar seus filhos a consumir séries de TV mais relevantes e melhor conteúdo de vídeos on-line incluem:

  • Desative o recurso de reprodução automática no YouTube. Os vídeos sugeridos por meio da reprodução automática nem sempre são relevantes para o conteúdo original assistido e, além disso, a reprodução automática incentiva o usuário a assistir vídeo após vídeo, facilitando o desvio do assunto e dificultando a tarefa de limitar o tempo de tela.
  • Pesquise e revise. Confira os programas de TV aos quais seu filho assiste e avalie seu valor educativo. Ao separar os programas por seu valor educacional e puro valor de entretenimento (é claro, existem programas que oferecem ambos!), você pode alocar o tempo de tela apenas para conteúdo educacional e, em seguida, deixar seus filhos desfrutarem de programas de TV e filmes regulares durante o tempo de tela da família.   
  • Conheça o tipo de conteúdo que seu filho gosta de assistir. Ferramentas como o Qustodio podem ajudá-lo a descobrir que tipo de vídeos do YouTube ele gosta. O controle parental do YouTube do Qustodio permite que você veja uma lista dos vídeos que seu filho assistiu e as pesquisas que ele faz na plataforma. Isso ajudará você a entender no que seu filho está interessado ​​e permitirá que você faça sugestões se achar que o conteúdo não é apropriado. 
  • Assista a programas em família. Aproveitem conteúdos educacionais juntos, sejam diretamente relacionados aos trabalhos escolares ou não! Há muitos tópicos interessantes que toda a sua família pode acompanhar por meio de documentários, programas de TV históricos e outros conteúdos de qualidade, e seus filhos vão adorar poder compartilhar seus interesses com você.
Helping kids balance screen time and learning

3. Defina pausas para momentos ou atividades longe da tela

Passar horas na frente de telas sem intervalos pode afetar o foco, a qualidade do sono e sobrecarregar os olhos do seu filho, especialmente se ele precisa se concentrar em trabalhos escolares por um longo período. Para ajudar seu filho a equilibrar o tempo de tela e o aprendizado, é melhor fazer pausas curtas, como de 5 a 10 minutos a cada hora, do que descansar por um período mais longo após várias horas consecutivas de tela. Tente ajudar seus filhos a fazer um intervalo natural em seus trabalhos escolares para se levantar, pegar um copo d’água, fazer uma caminhada rápida ao ar livre ou qualquer outra coisa que os ajude a se desconectar e reorientar. 

Ofereça outras atividades que ajudem seus filhos a ficarem longe da tela em outros momentos do dia também. Isso os ajudará a criar um equilíbrio geral, para que não saltem do tempo de tela para a escola para o tempo de tela de diversão com nenhuma atividade entre o uso de telas. Se o seu filho não tiver nenhum hobby off-line, incentive-o a encontrar algo que goste de fazer que não envolva um dispositivo. Saia ao ar livre em família, mesmo que seja apenas para uma rápida caminhada pelo quarteirão, ou faça algum exercício em conjunto. Envolver-se nos momentos sem tela do seu filho é uma boa maneira de criar vínculos e dar um bom exemplo de como ter hábitos digitais saudáveis. 

4. Evite o tempo de tela antes de dormir

Não é nenhum segredo que as telas afetam o sono, mas com tantos dispositivos em casa, de consoles de vídeo a TVs, pode ser difícil desconectar-se nas horas que antecedem o descanso. O problema com as telas é que elas emitem luz azul, que afeta a produção natural de melatonina do corpo – o hormônio que nos sinaliza que é hora de ativar o modo de sono. As crianças precisam de uma boa noite de descanso para estarem prontas para o dia seguinte, então ajude-as a relaxar adequadamente e garantir um sono de melhor qualidade mantendo as telas desligadas até uma hora antes de dormir

Também é importante manter as telas fora do quarto o máximo possível: quando telefones celulares ou outros dispositivos eletrônicos estão no quarto, pode ser tentador para seu filho verificar as notificações se acordar durante a noite ou gastar mais tempo usando aparelhos no quarto antes de dormir. 

5. Controle suas expectativas de tecnologia

Quanto mais navegamos em nosso mundo conectado, mais se torna evidente que o tempo de tela é inevitável. Em vez de focar na limitação completa do tempo de tela, tome medidas para promover hábitos digitais saudáveis ​​em família e abrace o lado positivo da tecnologia juntos. As crianças também aprendem com o que veem, portanto, ser um bom modelo quando se trata de tecnologia também ajudará seus filhos a entenderem o que se espera deles. 

Ajude seu filho a equilibrar o tempo de tela e o aprendizado com outras atividades importantes, oferecendo outras maneiras de aprender e crescer que não dependem da tecnologia, como livros ou jogos de tabuleiro em família. Como tudo na vida, um relacionamento saudável começa com moderação e o tempo de tela não é exceção. 

Como o Qustodio pode ajudar a proteger sua família?

O Qustodio é a melhor maneira de manter seus filhos seguros online e ajudá-los a desenvolver hábitos digitais saudáveis. Nossas ferramentas de controle parental garantem que eles não acessem conteúdo impróprio ou passem tempo demais na frente das telas.